Tag Offshore

Labtech

Nesse curso iremos falar sobre os ensaios e análises realizados a bordo e em terra, a razão de serem realizadas essas análises, a importância de cada uma delas, a forma de coleta, a área de coleta, como é feita e até o tipo de recipiente a ser utilizado. Além disso, mostrar uma forma básica de como esse petróleo chega na superfície, tipos de produtos químicos que são manuseados dentro do laboratório e também, equipamentos e vidrarias utilizados.

Mecânica Offshore

A mecânica é de fundamental importância nas indústrias em gerais. No setor de petróleo, principalmente na área de produção, temos diversos equipamentos que são essencias para o funcionamento da planta de processo de petróleo. Com isso, nosso intuito nesse curso é proporcionar a você uma imersão na manutençao, inspeção e análise dos equipamentos mais importantes numa plataforma de produção ou fpso, assim como mostrar a realidade de um Engenheiro/Técnico em mecânica lidando com as situações rotineiras do trabalho offshore.

Operador de Produção de Petróleo FPSO

O Operador de produção é uma carreira muito promissora em uma plataforma de petróleo. Ele é responsável pela operação na planta de processo ou na sala de controle. Cuida dos processos que envolvem a produção, seus equipamentos e tecnologias, monitorando e operando a sala de controle de forma simultânea com outras operações dentro da unidade ou em outras unidades (plataforma, navio e rebocador), por meio dos painéis, dispositivos de desligamento de segurança e emergência, incêndio e sistemas de gás, identificando os equipamentos que necessitam de manutenções/intervenções/calibragem e recomendando otimização nos processos. Tem amplo conhecimentos em operações subsea, sendo hábil em executar manobras relacionadas a árvore de natal, manifold submersível etc.. Monitora e mantém os gráficos dos parâmetros (pressão, nível, temperatura e vazão) dentro dos requisitos da operação, avaliando o histórico e autorizando a intervenção do equipamento da planta de produção, para o departamento de manutenção trabalhar com segurança, devidamente isolado e identificado. É hábil em realizar o startup da planta, verificando se o alinhamento, os testes, parâmetros de nível, pressão e temperatura estão de acordo com os padrões da companhia. Promove treinamento técnico, referentes as operações de rotina e emergência da sala de controle aos operadores mais juniores. Demonstra habilidade em controlar as emergências, seguindo os procedimentos padrão previstos pela companhia. Para se tornar um operador offshore é necessário formação Técnica completa ou Engenharia com CREA, inglês de forma escrita ou verbal. Fazer o curso de operador de produção.

Operador de Produção de Petróleo FPSO

O Operador de produção é uma carreira muito promissora em uma plataforma de petróleo. Ele é responsável pela operação na planta de processo ou na sala de controle. Cuida dos processos que envolvem a produção, seus equipamentos e tecnologias, monitorando e operando a sala de controle de forma simultânea com outras operações dentro da unidade ou em outras unidades (plataforma, navio e rebocador), por meio dos painéis, dispositivos de desligamento de segurança e emergência, incêndio e sistemas de gás, identificando os equipamentos que necessitam de manutenções/intervenções/calibragem e recomendando otimização nos processos. Tem amplo conhecimentos em operações subsea, sendo hábil em executar manobras relacionadas a árvore de natal, manifold submersível etc.. Monitora e mantém os gráficos dos parâmetros (pressão, nível, temperatura e vazão) dentro dos requisitos da operação, avaliando o histórico e autorizando a intervenção do equipamento da planta de produção, para o departamento de manutenção trabalhar com segurança, devidamente isolado e identificado. É hábil em realizar o startup da planta, verificando se o alinhamento, os testes, parâmetros de nível, pressão e temperatura estão de acordo com os padrões da companhia. Promove treinamento técnico, referentes as operações de rotina e emergência da sala de controle aos operadores mais juniores. Demonstra habilidade em controlar as emergências, seguindo os procedimentos padrão previstos pela companhia. Para se tornar um operador offshore é necessário formação Técnica completa ou Engenharia com CREA, inglês de forma escrita ou verbal. Fazer o curso de operador de produção.

NR 37 – Segurança e Saúde em Plataformas de Petróleo

Este curso tem como objetivo a capacitação sobre NR 37, de trabalhadores e empregadores, fornecendo conhecimentos e informações importantes que possibilite o conhecimento das condições de segurança e saúde em plataformas de petróleo, buscando a preservação da vida e a promoção da saúde do trabalhador e toda equipe. Esta Norma Regulamentadora - NR estabelece os requisitos mínimos de segurança, saúde e condições de vivência no trabalho a bordo de plataformas de petróleo em operação nas Águas Jurisdicionais Brasileiras - AJB. A observância desta NR não desobriga as empresas do cumprimento de outras disposições legais com relação à matéria de segurança e saúde no trabalho e ainda daquelas oriundas de contratos de trabalho, acordos de trabalho e convenções coletivas de trabalho, conforme a Consolidação das Leis do Trabalho - CLT.

NR 10 – Segurança em Instalações e Serviços em Eletricidade

Este curso tem como objetivo capacitar os profissionais para prevenir acidentes de origem elétrica e atender as exigências da Norma Regulamentadora nº 10 – Segurança em Instalações e Serviços em Eletricidade. Estabelecendo diretrizes básicas a fim de proteger os trabalhadores que interagem com instalações elétricas, inclusive os que atuam em suas proximidades para fins de outros serviços, mas igualmente expostos aos riscos dessa proximidade, a exemplo dos funcionários das empresas, que, mesmo não executando serviços ligados à redes energizadas, estejam ou permaneçam próximos delas, implantando medidas de controle e sistemas preventivos de segurança e saúde, de forma a garantir a segurança dos trabalhadores que direta ou indiretamente interagem em instalações elétricas e serviços com eletricidade.. Atender à exigência legal do Ministério do Trabalho (sobre a Norma – NR-10).

NR 13 – Caldeiras e Vasos de pressão

Este curso visa capacitar os estudantes na área de inspeção, determinando posturas protetivas, avaliar ações de prevenção, conceitos e funcionalidades das caldeiras, vasos de pressão, tubulações e tanques metálicos de armazenamento; Fornecer ao estudante o conhecimento básico dos riscos que se expõe uma pessoa que trabalha com caldeiras, vasos de pressão, tubulações e tanques metálicos de armazenamento; Incentivar o desenvolvimento de um espírito crítico que lhe permita valorar os riscos; O treinamento é destinado a prevenção de acidentes sempre visando a segurança e saúde do trabalhador; Fornecer ao estudante o conhecimento do funcionamento das caldeiras, vasos de pressão, tubulações e tanques metálicos de armazenamento. Ainda busca atender as exigências do texto da Norma Regulamentadora n° 13 - Caldeira e Vasos de pressão, e deverá ser realizada capacitação de todos os empregados periodicamente sempre que se tornar necessário.

NR 34 – Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Indústria da Construção, Reparação e Desmonte Naval (Básico)

Este curso tem como objetivo a capacitação BÁSICA sobre NR 34, de trabalhadores e empregadores, fornecendo conhecimentos e informações importantes que possibilite o conhecimento das condições e meio ambiente de trabalho na indústria da construção, reparação e desmonte naval, plataforma de petróleo em alto mar, condições de trabalho em plataformas, montagem e desmontagem de andaimes, necessário à segurança, em cada atividade, de modo a tornar compatível permanentemente o trabalho com a preservação da vida e a promoção da saúde do trabalhador. Ainda estabelece os requisitos mínimos e as medidas de proteção à segurança, à saúde e ao meio ambiente de trabalho nas atividades da indústria de construção, reparação e desmonte naval.

Operador de Produção de Petróleo FPSO

O Operador de produção é uma carreira muito promissora em uma plataforma de petróleo. Ele é responsável pela operação na planta de processo ou na sala de controle. Cuida dos processos que envolvem a produção, seus equipamentos e tecnologias, monitorando e operando a sala de controle de forma simultânea com outras operações dentro da unidade ou em outras unidades (plataforma, navio e rebocador), por meio dos painéis, dispositivos de desligamento de segurança e emergência, incêndio e sistemas de gás, identificando os equipamentos que necessitam de manutenções/intervenções/calibragem e recomendando otimização nos processos. Tem amplo conhecimentos em operações subsea, sendo hábil em executar manobras relacionadas a árvore de natal, manifold submersível etc.. Monitora e mantém os gráficos dos parâmetros (pressão, nível, temperatura e vazão) dentro dos requisitos da operação, avaliando o histórico e autorizando a intervenção do equipamento da planta de produção, para o departamento de manutenção trabalhar com segurança, devidamente isolado e identificado. É hábil em realizar o startup da planta, verificando se o alinhamento, os testes, parâmetros de nível, pressão e temperatura estão de acordo com os padrões da companhia. Promove treinamento técnico, referentes as operações de rotina e emergência da sala de controle aos operadores mais juniores. Demonstra habilidade em controlar as emergências, seguindo os procedimentos padrão previstos pela companhia. Para se tornar um operador offshore é necessário formação Técnica completa ou Engenharia com CREA, inglês de forma escrita ou verbal. Fazer o curso de operador de produção.